Parque Plitvice: um dos lugares mais lindos do mundo

O Parque Nacional dos Lagos Plitvice (ou Plitvička Jezera, no original) é a maior atração turística da Croácia, atraindo mais de 1 milhão de visitantes por ano. Está situado na região da Dalmácia, entre Zadar e Zagreb, na parte continental da país. Desde 1979 é Patrimônio da Unesco e possui talvez a imagem mais conhecida (e impressionante) da Croácia pelo mundo. Mais ou menos essa daqui:

IMG_911CFB-052CAC-2E6A95-D87388-32D47A-458F54
Fonte: http://www.president-zagreb.com

O parque é composto de vários lagos que se conectam por cachoeiras e por onde você passeia através de trilhas de madeira ou por dentro da floresta. É um visual incrível, realmente uma sensação indescritível estar ali. A cada curva ou a cada descida você prende a respiração de tanta beleza.

Mas, apesar de ser o lugar mais visitado da Croácia, eu achei super difícil encontrar informações que me ajudassem a definir qual a melhor forma de visitar, se era seguro para crianças, que horas ir, como ir, enfim. Na internet achei informações contraditórias e o site oficial do parque não ajuda muito. Então decidi fazer um post bem completinho, passo a passo, com o que fizemos, o que achamos que vale a pena, o que pode ser furada, enfim. Compartilhar o máximo de informações que consegui reunir.

21610320076_f278080a2c_o.jpg

Onde ficar e quanto tempo?

A gente se hospedou num apartamento do Airbnb muito bom, bem perto da entrada 1 do parque (cerca de 500 metros). Chegamos no sábado de tarde e ficamos até segunda de manhã cedo porque queríamos o domingo inteiro para explorar o parque sem pressa.

Muitas pessoas fazem bate e volta de Zagreb ou outras cidades. Apesar de ser uma viagem relativamente curta (2 horas) e em boas estradas, eu não recomendo para a alta temporada. A boa é chegar no parque bem cedo (mesmo! Chegamos às 7h) para evitar as multidões, então dormir na região facilita muito acordar cedinho e ir. Quanto mais tarde mais cheio.

Ouvi também pessoas dizendo que precisa de 2 dias para conhecer. Claro que se vc tiver 2 dias vai ter coisas a fazer, existem muitos passeios pelo parque, mas eu acredito que em um dia inteiro se vê o principal com bastante tranquilidade. Mas é bastante cansativo, então a opção de dormir no local e só seguir viagem no dia seguinte também acabou sendo uma exclenete escolha.

Sobre onde ficar, existem diversos hotéis, pensões e apartamentos do Airbnb bem próximos do parque. Se estiver de carro pode ficar um pouco afastado, mas se não tiver fique o mais próximo possível, até existem ônibus, mas não são muitos, Vimos muitas pessoas andando com mala de rodinhas pelas estradas sem calçada. Bem tenso (especialmente com criança!)

21433032870_b5a95616d1_z

O que levar e vestir?

Vi muito gente de chinelo, sandália, maquiagem, enfim, NÃO faça isso! É um passeio puxado pelo PARQUE. Então, tênis e roupa confortável é fundamental!

Não há muitos pontos de venda de comida, bebida, banheiros. Apenas nos pontos de trem e nos píers (explicarei mais adiante). Portanto, é importante levar bastante água, algo pra comer, mas nada que pese demais na mochila porque você vai andar bastante.

Filtro solar também é item essencial!

E como é o passeio?

O parque é composto por lagos em diferentes alturas que se conectam por cachoeiras. Existem vários caminhos e trilhas demarcadas e o próprio parque te oferece 8 opções de passeios indicando o tempo que cada um demora. No entanto, antes de ir eu achei as informações muito difíceis de entender e não conseguia ver no mapa se alguma daquelas trilhas era própria pra criança e quanto tempo demorava cada trecho, se eu podia pegar o trenzinho em qualquer lugar, enfim. Acabamos fazendo nosso próprio roteiro e eu achei que funcionou super bem. Logo logo detalho ele.

plitvice-10

Existem, além das trilhas, um trenzinho (na verdade um ônibus!) e barcos que fazem a travessia entre os 3 píers do lago principal. Mas para ir aos lugares bonitos você precisa caminhar, e muito. Muitas vezes subir e descer escadas escorregadias, passar por dentro da floresta, andar pelo piso de madeira sobre os lagos (lindíssimo!) sem nenhuma proteção. Então tem que ter um pouco de disposição, mas na verdade não é nenhuma mega aventura. É tudo muito seguro e tranquilo. Você também pode fazer paradas ao longo do caminho para descansar, optar por roteiros mais curtos, ou seja, qualquer um consegue, mas tem que saber bem no que está se metendo! Tinham muitas crianças e idosos, então não é pra ter medo! Olivia se comportou super bem nas 7 horas de passeio (quase 5 caminhando), embora tenha ficado um bom tempo no ombro ou no colo.

20042702058_ed5871cfb7_z

O parque é dividido entre os Upper Lakes e os Lower Lakes, ou seja, os lagos mais altos e os mais baixos. Os mais baixos possuem as paisagens mais impactantes e os lagos mais esverdeados, mas os mais altos são mais calmos, com menos gente andando e com cachoeiras lindas.

É seguro para crianças?

Eu achei bem seguro. Mas algumas questões são importantes de serem ressaltadas. Não existe qualquer proteção entre as passarelas e os lagos ou às vezes os abismos, então você precisa estar atento o tempo todo (dependendo da idade segurando a mão da criança mesmo). Não é um parque com muitas atrações para crianças, então a gente distraía a Olivia mostrando os peixes, os pássaros, os patinhos. No geral ela curtiu muito, mas claro que em alguns momentos ficou um pouco irritada. Aqui sempre vale aquilo que já sabemos, é importante respeitar o tempo da criança, deixar ela ficar brincando com as pedrinhas ou com um galinho de árvore por horas (tá bem, não horas, mas um tempinho! Hehe). Fazer negociações entre o prazer deles e o nosso. Até porque a gente aprende muito com eles e essa forma natural de se relacionar com o tempo.

20787823931_fc5f9f9569_o.jpg

Outra coisa importante é pensar na idade da criança. Acho que bebês de colo ou até maiorezinhos são bem tranquilos de levar se você tiver uma daquelas mochilas, sling ou aquele mochilão nas costas. Na idade da Olivia (2 anos e meio) eu achei que foi bom, mas ficamos com as costas bem prejudicadas. Me arrependi de não ter trazido o sling (que já nem uso mais, mas seria útil). Um pouco maiores talvez seja bom pensar em fazer trechos mais curtos e usar mais os trens e barcos. Mas vi muitas crianças de 6, 7 anos acompanhando super bem os pais.

20230373525_66d8ed90dd_o.jpg

Também deve se levar em consideração que só há banheiro nos 3 píers e 3 pontos de trem (além das duas entradas), então você pode passar horas andando sem ter um banheiro. Para crianças sem fralda isso pode ser um complicador.

Outra coisa que é legal é explicar pra criança antes que não pode nadar no lago, porque é bastante tentador (especialmente no verão) e pode ser bem frustrante a criança ver aquela água toda e só depois perceber que não pode entrar.

20042805379_5ec45e08d1_o.jpg

No mais eu acho que vale super a pena! A Olivia viu um monte de bichos, árvores e paisagens que tenho certeza que de alguma forma ficarão na sua memória. É um contato com a natureza impagável, na minha opinião.

20230746225_9cd3a83f18_z

Perrengues

Bom, a primeira coisa a se frisar é: chegue cedo! A partir das 11h começam a chegar multidões de pessoas e grupos de excursão e o passeio começa a ficar bem congestionado lá pelo meio dia. A gente chegou às 7h e 13h e pouco estávamos saindo de lá, numa hora boa. Mas ainda pegamos uma fila pro último barco e tropeçamos em algumas pessoas.

As trilhas por cima dos lagos são bem estreitas, então quando está muito cheio às vezes é difícil passar e rolam umas filas um pouco chatas. E se vc quer parar pra tirar uma foto você pensa duas vezes porque já sabe que vai segurar um mulão de pessoas atrás.

22158103260_cd377f4ea1_z

Sobre banheiros e comida já falei no item anterior. O que vale pras crianças vale pro adultos. Leve água e lanchinho e aproveite pra ir no banheiro nas paradas principais (mamãe já dizia!).

Nós não pegamos chuva, mas estava bem tensa porque a previsão dizia que ía chover. Eu acho que com chuva deve ser bem perrengue. Primeiro porque muitos trechos são de terra meio escorregadia (mesmo sem chuva, imagina com!). Segundo porque na maior parte do passeio você não tem onde se abrigar. Então vai ter que ficar tomando chuva numa passarela estreita com mil pessoas. Pelo menos vocês podem todos se abraçar e não sentir frio. Fica a dica!

20043217149_abf19f5bf8_o.jpg

Os caminhos não são muito bem sinalizados. E um erro de percurso pode te custar horas de caminhada no meio do nada. Então tente entender bem o mapa e se tiver dúvidas pergunte pra alguém que estiver passando (ou siga os velhinhos e as crianças). A gente quase foi parar numa trilha de 8 horas de caminhada por causa de uma placa confusa. Ah, e o mapa não é bom, mas quebra um galho. Uma dica importante é comprar o mapa turístico que custa 20 kunas e vende na entrada.

21621133455_8b6a7818e1_z

Nosso roteiro enfim!

20222323952_9cc344292b_o.jpg

Entramos pela entrada 2 e começamos pelos Upper Lakes. Primeiro andamos até o píer 1 e lá pegamos o barquinho até o píer 2 (logo em frente). De lá subimos a trilha para os Upper Lakes seguindo as placas para a estação St3 do trenzinho. Passamos por diversas cachoeiras e lagos lindos. Esse foi o maior trecho de caminhada, com bastante subida, mas foi bom porque fizemos logo no início quando estávamos ainda descansados. O tempo de caminhada até a estação foi de cerca de 2 horas, mas nem sentimos.

20041661700_8c49afa028_z

Pegamos o trenzinho e descemos até a estação St1, para visitar os Lower Lakes. De lá seguimos andando pela trilha em direção à entrada 1 e já começamos a ter uma noção das maravilhas que nos aguardávamos pelo visual lá de cima. Descemos na caverna, numa escadaria bem doida e íngreme, mas muito incrível! Depois de passar por dentro da caverna chegamos nos lagos de baixo.

21723478054_3d8bea2aa0_o

De lá seguimos andando pelos caminhos em paisagens lindas e depois voltamos em direção ao píer 3 para pegar o barco para voltar ao píer 1. Chegamos no píer por volta de 13h e esperamos numa fila pra pegar o barco. Mas haviam vários barcos e ainda não tinha tanta gente, imagino que mais tarde seja pior. O passeio de barco entre o P3 e o P1 é bem bonito e tranquilo, uma boa forma de fechar o passeio.

22357457611_d5640f3b7e_z

No total o passeio durou 7 horas, das quais estimo que passamos umas 5 andando. Mas foi bem suave, nem deu pra sentir o cansaço (só depois que chegamos em casa exaustos!). Sem Olivia no lombo acho que seria molezinha!

E depois

Pra finalizar fomos almoçar num restaurante bem gostoso uns 5km depois do parque (em direção à Zagreb). O restaurante se chama Winner Bistro, e comemos um čevapčič e um misto de grelhados para nos despedir da gastronomia croata. Pra acompanhar claro cerveja local: Karlovačko! Olivia foi de aguinha com gás.

O ambiente do restaurante é super agradável, com mesinhas do lado de fora e os garços hiper simpáticos.

22160047479_99770ed598_z

Informações úteis

  • Entrada: 180 kunas por aulto, criança até 7 anos não paga
  • Mapa turístico: 20 kunas
  • Estacionamento: 7 kunas por hora
  • No verão fica aberto de 7h às 20h
  • Não é permitido nadar nos lagos (infelizmente!)
  • Existem duas entradas para o parque, a entrada 1 (mais perto dos lower lakes) e a entrada 2 (mais perto dos upper lakes).
  • O ticket vale para o dia todo, então você pode entrar e sair do parque quantas vezes quiser durante aquele dia. A pessoa que nos alugou o apartamento havia sugerido que fizéssemos os upper lakes de manhã e voltássemos no fim do dia para fazer os lower lakes. Mas a gente acabou preferindo fazer tudo de uma vez.
  • Existem 8 roteiros sugeridos pela administração do parque. Eles estão descritos no site (com tempo de duração) e vem no mapinha impresso no ticket de entrada.20592858770_8505e8586a_o
Anúncios

2 comentários em “Parque Plitvice: um dos lugares mais lindos do mundo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s