Cordoba e Sevilla

Escolhemos fazer o trecho entre Madrid e Sevilla de trem, por ser mais confortável e porque já sabíamos que estar de carro em Sevilla não ajuda muito. O centro histórico é um labirinto, sem vagas e as distâncias são bem tranquilas de serem percorridas a pé se você estiver hospedado nas proximidades do centro. No blog do Ricardo Freire (diga-se de passagem o melhor blog de viagens na minha opinião. sempre dou uma conferida lá antes de ir pra qualquer destino), eu havia lido que era possível fazer um pit stop em Cordoba para visitar a Mesquita. Decidimos então fazer isso.

Cordoba

Saímos bem cedo de Madrid, no trem das 9h que já havíamos comprado pela internet meses antes. As passagens do trecho Madrid-Cordoba e Cordoba-Sevilla devem ser compradas separadamente. Aqui vale a dica dada no post anterior sobre reservar assento com mesa, especialmente se você estiver em 3 pessoas ou mais.

A viagem entre Madrid e Cordoba dura 1h50, então chegamos na cidade perto de 11h. Na estação de trem de Córdoba não existe guarda-volumes, mas graças ao blog do Ricardo Freire descobri que existe um guarda-volumes excelente na estação de ônibus que fica em frente à estação de trem. Guardamos as malas e seguimos para o centro de ônibus. Pegamos o ônibus 3 e descemos na parada San Fernando e logo entrando a direita já começa-se a percorrer as vielas que chegarão na Mesquita. É possível ir de taxi também, mas nós achamos o ônibus super tranquilo.

16959453434_851cfd2ef6_z.jpg

Para conhecer Cordoba bastam algumas horas, a cidade não é grande. Mas vale muito muito a pena. Na verdade foi um dos lugares mais lindos que passamos. Passeamos bastante pelas ruelas, atravessamos a ponte medieval maravilhosa (o outro lado não tem nada muito interessante, mas a ponte é demais) e depois passeamos pelos jardins da mesquita. Optamos por não entrar na mesquita pois íamos na Alhambra e achamos que seria um desperdício de tempo e dinheiro (mas acabei me arrependendo depois). Enquanto eu e o Renato passeávamos, minha mãe fez um passeio de carruagem com a Olivia. As duas amaram, Olivia pelos cavalos e minha mãe porque conheceu praticamente a cidade toda sem se cansar muito. Assim como em vários lugares da Europa, esses passeios de carruagem são tabelados (mas não são baratos), não me lembro exatamente o valor, mas foi algo em torno de 30 euros por pessoa.

17393803918_8042fbcf27_z.jpg

Almoçamos em um restaurante muito simpático próximo à entrada da Mesquita e comemos tapas maravilhosas. Passeamos mais um pouco e nos encaminhamos para a estação para pegar o trem das 16h em direção à Sevilla, uma viagem de 45min.

Em Sevilla, nos hospedamos em um apartamento do Airbnb muito simpático em uma área logo ao lado do centro antigo, num bairro chamado Triana. É um bairro residencial, mas com algum comércio e restaurante. E em uma caminhada de 10 minutos estávamos no centro.

16114587140_1b0f4f0ed2_z-2.jpg

Sevilla é uma cidade lindíssima, com uma energia muito bacana e um povo super simpático. O centro fica super movimentado à noite e é uma delícia se perder pelas ruazinhas, parar em um ou outro bar e beliscar umas tapas. Existe um blog que dá dicas de diversos bares de tapas em Sevilla, vale a pena conferir.

17577439322_8f4f3f8d65_z

Além de se perder pela cidade antiga, é bacana visitar a Catedral, o palácio de Alcazar e a Plaza de Toros. A Plaza de España é imperdível! Fica situada num parque lindíssimo, o Parque Maria Luisa, e possui uma das construções mais impressionantes que vimos em Sevilla. Há um pequeno lago artificial onde pode-se alugar uns barquinhos a remo pra passear com as crianças. Foi um dos nossos lugares preferidos.

16106727609_8bfc77da36_z.jpg

Existem diversos shows de flamenco também espalhados pela cidade, mas nós acabamos não indo. Sugiro pedir dicas para os locais antes, pois sempre há furadas nestes shows muito turísticos. A pessoa que alugou o apartamento pra gente deu várias dicas boas, mas acabamos não conseguindo ir a nenhum.

Passamos 3 noites em Sevilla e depois saímos de manhã cedo para pegar o carro que havíamos alugado pela internet e seguir viagem em direção à Ronda e Marbella. Mais sobre estas cidades no próximo post 🙂

15686892973_980c33f9e7_z-2.jpg

Na nossa página do facebook tem um album com mais fotos dessa viagem linda!

 

 

Anúncios

2 comentários em “Cordoba e Sevilla

  1. Olá,
    vi vários comentários em outro sites dizendo que o guarda-volume da estação de ônibus é pequeno, mas vi que você disse que guardou as malas lá.
    Vamos fazer Madrid – Córdoba – Sevilha, e queria saber se tem espaço para guardar malas grandes na estação.
    Obrigada 🙂

    Curtir

    1. Olá! Nós não estávamos com malas muito grandes, mas o guarda volumes tem um tamanho bom, coube nossas malas tranquilamente. Tinhamos uma pequena e uma média e usamos dois lockers. Cabe um mochilão grande por exemplo. De qq forma se vcs pensam em fazer estas viagens de trem eu não sugiro levar malas muito grandes e nem muitas malas, porque nem sempre é fácil acomodá-las no trem e o processo de embarcar e desembarcar pode ser meio estressante. No mais aproveitem! Esta viagem é linda demais! Abs!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s