Lisboa – Dias 1 e 2

Passamos ao todo 4 dias em Lisboa. Deixamos os primeiros 3 para conhecer os principais pontos turísticos da cidade e no quarto dia fomos ao Zoo com as crianças e aproveitamos o dia com mais calma.

Dividimos nosso roteiro assim: primeiro dia – região do Castelo de São Jorge e arredores; segundo dia – Belém; terceiro dia – Parque das Nações e Oceanário. Abaixo explico melhor como ficou nosso passeio.

IMG_6692.JPG

Dia 1

Como foi o dia que chegamos, só conseguimos começar o dia na hora do almoço. Almoçamos em um restaurante delicioso na rua São Santa Marta (continuação da Rua São José). Nesta rua há diversas opções de restaurantezinhos pequenos e charmosos, frequentados por locais e com comida excelente e a bons preços. Nós escolhemos o Pato que Fuma, e por 7 euros comemos o menu com pão de entrada, prato principal, sobremesa, bebida e café. De prato principal comemos pastéis de bacalhau (na verdade são bolinhos de bacalhau) com arroz de feijão e salada e estrogonofe de vitela. Ambos estavam deliciosos. De sobremesa, mousse de chocolate, mousse de lima e panacota. Todas também divinas.

IMG_6615

Depois do almoço caminhamos em direção ao Castelo de São Jorge, que fica no alto de uma das colinas e foi construído pelos mouros no século XI. Para chegar ao Castelo pode-se ir andando ou pegar um ônibus ou elétrico na praça Martins Moniz. A caminhada não é muito puxada, mas com crianças pode ser mais cansativo, pois há muitos degraus e subidas íngremes. Depois de visitar o castelo e seus lindos jardins, descemos em direção à Alfama, passeando pelas ruelas lindinhas e pelas construções antigas. Passamos pelo Miradouro de Santa Luzia, onde pode-se apreciar mais um pouco da bela vista da cidade e do rio Tejo. Seguimos descendo passando pela Igreja de Santo Antonio de Lisboa e já lá embaixo, na Casa dos Bicos, sede da Fundação José Saramago.

IMG_6665 (1)
Castelo de São Jorge

De lá seguimos para a Praça do Comércio, na beira do Tejo, a antiga entrada nobre de Lisboa. A praça é rodeada por edifícios históricos muito bem preservados. Ali está tambem o Lisboa Story Center, um museu super interessante que conta a história da cidade. Próximo à praça do Comércio está também o café Martinho da Arcada, que era frequentado por Fernando Pessoa. É uma região muito bonita e de arquitetura imponente.

Estatua_de_Don_José_I,_Plaza_del_Comercio,_Lisboa,_Portugal,_2012-05-12,_DD_05.JPG
Praça do Comércio                                                                                                                                        Fonte: http://www.wikipedia.org

Passando por dentro do arco da Augusta, entramos na Baixa Pombalina, trecho da cidade planejada por Marques de Pombal logo após o terremoto de 1755. Por ali também passamos pelas ruínas da igreja do Carmo e pelo Elevador de Santa Justa, que liga a o bairro Alto à parte baixa.

Dia 2

O segundo dia foi reservado à Belém. Primeiro passamos no Mercado da Ribeira, onde almoçamos cedo por causa das crianças. O Mercado da Ribeira, ou Time Out Lisboa, foi recentemente reformado e possui diversas opções de comida. Desde lanches rápidos, refeições em conta, até pratos gourmet preparados por renomados chefs.

IMG_7145
Mercado da Ribeira

O Mercado fica bem no Cais do Sodré, onde pegamos o elétrico 15 em direção à Belém. Saltamos na frente dos pastéis de Belém, mas preferimos deixar pra entrar no final do dia. Fomos caminhando até a Torre de Belém, passando pelo Padrão dos Descobrimentos e pelo Mosteiro dos Jerônimos. Na frente dos Pastéis de Belém tem um parque enorme onde depois as crianças brincaram um pouco.

25571014714_ea48b70fc5_z

Depois fomos comer os famosos e originais pastéis de Belém na loja de portinha azul. Embora estivesse lotada e com fila para comprar no balcão, foi rápido conseguir uma mesa para sentar. A loja tem 400 lugares e de fora não dá pra perceber o quanto ela vai crescendo pra dentro (dá pra se perder lá dentro). O carro chefe claro são os pastéis de belém (ou de nata se forem comprados em outra loja), mas a loja também vende salgadinhos como risoles, coxinha, croquete e outras gostosuras engordativas. Vale muito a pena comer lá, recém-saídos do forno, colocando um pouco de canela por cima. Divino!

26175270535_bdfc2608e9_z.jpg
Pastéis quentinhos saindo do forno!

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s