Provence: Marseille e Cassis

Continuação da nossa viagem para a Provence em 2011. Para ver os outros posts clique aqui e aqui.

Dia 5: Marseille

Marseille é a cidade mais antiga da França e a segunda maior. Uma cidade portuária que tem várias partes feias, mas a área do porto velho e a catedral Notre Dame de La Garde valem a pena a visita. Um dia é suficiente.

Chegamos por volta de umas 10:30hs e fomos direto ao restaurante La Caravelle para reservar uma mesa no terraço conforme recomendação do Philippe. O restaurante fica no segundo andar de um hotel, na frente do porto e o terraço tem uma vista linda.

15164707291_539b2513c1_o.jpg

Partimos para dar um passeio pelo porto velho, indo até o forte de Saint Jean, que infelizmente também está fechado para visitação por estar sendo reformado. Em 2013 Marseille vai se tornar a capital da cultura européia e quase toda a cidade está sendo reformada. Vale a pena voltar lá depois de 2013, parece que vai ficar ainda melhor. De qualquer forma conseguimos ver o forte por fora e passear pelas ruas antigas do porto velho e pela orla. Super agradável.

20867789033_62c36e76f0_o.jpg

Depois fomos almoçar no Caravelle e o clima do local é ótimo. A vista é linda e o único garçom é atencioso e eficiente. Ele também não falava muito inglês e como estávamos a fim de experimentar comidas típicas e diferentes pedimos uma entrada com um nome que nunca tínhamos ouvido falar: boulots. Bom, acabou que os tais dos boulots eram uma espécie de caramujo do mar. O gosto é bom, parece um pouco com mexilhão, mas a sensação de comer caramujos é meio esquisita. Segundo o Renato parecia que a gente estava no “O Limite” ou no “Hipertensão”. Mas valeu a experiência. Não pretendo comer de novo, mas valeu.

20866126434_1e61658e4a_o.jpg

O prato principal foi Aiol (bacalhau) pro Renato e Carne de Cordeiro pra mim. Estava tudo ótimo, mas a comida era meio pesada. Enfim, vale pela vista, pelo lugar e a comida é gostosa, não a melhor que comemos, mas certamente foi diferente.

Em seguida fomos à Catedral Notre Dame de La Garde, que fica no alto da cidade e segundo os Marseilienses protege todos eles de cima. O lugar é maravilhoso. Tem uma vista incrível da cidade inteira e a igreja é linda demais. Por dentro e por fora. Imperdível.

15167381002_8b40abc6f8_o.jpg

Dia 6: Cassis, mais Marseille e Festa des Suds

No Sábado o Philippe nos levou para ver as Calanques em Cassis. Cassis fica pertinho de Marseille e as Calanques são nesgas de mar que entram no continente, como se fossem fendas nas altas rochas. O passeio é de barco e para visitar as 3 Calanques principais dura 45 minutos e custa 14 euros por pessoa. Segundo o Philippe a terceira Calanque é a melhor de todas e no verão o barco pode te deixar ali para passar o dia numa pequena praia. O dia estava bonito, mas o mar estava muito agitado (mesmo sendo o Mediterrêneo), então o passeio foi mais breve do que o normal. Eu que tenho um certo (para não dizer grande) medo do mar fiquei bastante desconfortável, mas apesar da tensão valeu muito a pena, o lugar é lindo. As Calanques são incríveis e a cor do mar é impressionantes. Muito lindo. No verão deve ser ainda mais espetacular.

14981375127_44e0af056d_o.jpg

Depois do passeio almoçamos no restaurante Chez Cesar, que fica na frente do porto. Pedimos o menu. De entrada eu pedi uma sopa de peixe, que é típica da região. A sopa vem com torradas, um molho feito com maionese, alho e Açafrão e um queijo ralado. Come-se montando a torrada com o molho e o queijo no fundo do prato e depois joga-se a sopa por cima. Fica delicioso! O Renato pediu uma salada com polvo grelhada que estava divina também. Para prato principal eu pedi um peixe típico da região chamado Louet e o Renato pediu filé de Dorade (que não tenho certeza se é o mesmo que o nosso Dourado), ambos uma delícia. Para beber um vinho branco de Cassis, especialidade da região. Muito bom, mas meio caro. A sobremesa foi Coupe Cesar, uma espécie de sorvete de amêndoas com morangos e chantilly. Muito bom também.
Mais um passeio pela cidade (lindinha) e uma parada para tomar um sorvete Amorino, que eu tinha ouvido dizer ser o melhor da França. Se é o melhor não sei, mas é uma delícia!

20867967903_f81b0b9eee_o.jpg

Depois passamos em Marseille para visitar a Vielle Charité, que não havíamos conseguido ver no dia anterior. É uma espécie de hospital para onde eram levados os doentes da peste e lepra no século XVII e ali as freiras oravam por eles. O lugar foi restaurado recentemente e é muito bonito. Dentro funcionam alguns museus – egípcio, arte africana, etc – vale muito a pena conhecer.

20868442803_ee45d52032_o.jpg

De noite o Philippe nos levou na Festa des Suds em Marseille, um festival com músicos e artistas do mundo todo que acontece duas vezes por ano durante duas semanas. É muito legal. Acontece em um galpão enorme, onde eles montam diversos espaços, cada um com um show diferente. Tem eventos ao ar livre e eventos fechados, todos acontecendo ao mesmo tempo e o pessoal fica mudando de um lado para o outro. Barraquinhas com comidas de todo o mundo ficam espalhadas. Como é muito grande, apesar de ter muita gente nada fica muito lotado. O festival tem gente de todos os tipos e de todas as idades. Vi até algumas famílias com crianças que deviam ter uns 12 anos.

14981607230_9932a75a11_o.jpg

Um das coisas mais interessantes do evento foi o “Silent Music”. Três DJs tocavam musica para uma platéia em que todos estavam usando fones de ouvido, por onde ouviam as musicas. Quem estava sem os fones não escutava a musica, então era muito engraçado ver as pessoas dançando sem musica nenhuma aparente e os DJs super animados e aquele silêncio. Ainda tinham as pessoas que saiam com os fones de ouvido e iam para outros shows e continuavam ouvindo a musica dos DJs.

Assistimos um show muito bom de uma banda americana que toca uma black music meio anos 50. Mas um dos melhores shows foi o da banda Nasser, de Marseille. O som é uma coisa parecida com Daft Punk, meio eletrônico, meio rock pesado. E o show dos caras é muito bom. O bateirista é o principal cantor, o que achei bem interessante. A galera estava vibrando muito e o show foi muito bom.

21301750408_f325cbd643_o.jpg

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s