Verona: a cidade de Romeu e Julieta tem muitos encantos e surpresas

Este post faz parte de uma blogagem coletiva super bacana da Rede Brasileira de Blogueiros de Viagem sobre viagens inspiradas pelo cinema e literatura. Ao final deste post teremos o link para os outros posts que fazem parte desta ação. Vale muito a pena conferir essas viagens vistas através de livros e filmes inspiradores.

Aproveitamos esta oportunidade pra falar de uma viagem que fizemos em 2011 e que ficou pra sempre na nossa memória. Confesso que não esperávamos muito de Verona, ela entrou ali no roteiro do nosso mochilão meio por acaso, mas acabou se tornando nossa cidade preferida da Itália. Para além de todas as maravilhas que Verona pode oferecer, ainda tivemos a sorte de presenciar uma cena inesquecível, que contaremos neste post. Vem com a gente!

Verona cidade

A Verona de Romeu e Julieta

Romeu e Julieta é provavelmente a mais conhecida e romântica história de amor já escrita. A história do amor proibido que virou peça nas mãos de Shakespeare no século XVI se passa na lindíssima cidade italiana de Verona. Embora provavelmente Shakespeare nunca tenha ido à Verona (acredita-se que ele nunca saiu da Inglaterra), a história baseia-se em fatos que supostamente ocorreram na cidade.

Na história, dois jovens de famílias rivais apaixonam-se perdidamente, vivem uma intensa e proibida história de amor e morrem menos de uma semana depois. As famílias retratadas, os Capulleti e os Monteccio, realmente existiram e eram famílias poderosas da região, porém não há registros de rivalidade entre estas famílias. De qualquer forma existe na cidade a casa da Giulietta – com direito a balcão e tudo – e a casa do Romeo. 

Balcão Julieta
Balcão na Casa de Julieta

Casa da Julieta e um pedido de casamento inusitado

Um dos locais mais visitados da cidade é a Casa da Giulietta. Estima-se que esta casa tenha sido construída entre 1200 e 1300 e acredita-se que tenha sido a casa dos Capuletos. A casa é linda e seu interior totalmente preservado. Ela foi restaurada e hoje conta com uma coleção de antiguidades e móveis que remontam à história de Romeu e Julieta. Alguns móveis e vestimentas expostos foram inclusive usados na versão cinematográfica de Franco Zeffirelli.

vestido Julieta casa Verona
Vestido na Casa de Julieta

Lá dentro as pessoas escrevem bilhetes e prendem na parede numa espécie de mural que existe em um dos cômodos. Em outro cômodo há diversos computadores onde é possível escrever cartas para Giulietta (como no filme “Cartas para Julieta”). Há mobiliário do século XII, roupas típicas e partes de revestimentos originais da casa. Provavelmente Giulietta nunca existiu de verdade, mas a sensação que temos naquela casa é de que a história é real e fica ainda mais romântica.

Casa Julieta
Casa de Julieta

 

Quando saímos, paramos mais um pouco na frente da entrada da casa. Ali há uma estátua de Giulietta, onde os casais costumam tirar fotos e pendurar cadeados com seus nomes (vimos este hábito em diversas outras cidades da Itália, normalmente perto das pontes). Um casal havia se colocado ao lado da estátua para que um amigo tirasse uma foto. De repente o homem se ajoelha e aos aplausos e lágrimas de todos os espectadores em volta pede a mão da mulher em casamento. Os amigos que tiravam as fotos – e provavelmente já sabiam da surpresa – estouram um champagne, enquanto o casal com as mãos trêmulas e muito emocionados se  abraça e se beija. Eu fiquei arrepiada! Realmente esta cidade e a casa inspiram os mais românticos. Foi lindo demais!

Romeu e Julieta casamento
Pedido de casamento na estátua da Julieta
Cadeados Verona.jpg
A Casa de Romeu
Logo após a casa de Giulietta está a casa de Romeu. Acredita-se que este antigo castelo de tijolos pertenceu à família Monteccio e teria sido a casa onde viveu Romeu. Atualmente é uma casa privada, portanto não está aberta à visitação, mas pode-se admirar pelo lado de fora.
Casa Romeu Verona
Casa do Romeu
A Verona de Shakespeare
Seguindo as muralhas medievais que cercam a cidade antiga, pode-se ver um busto de bronze de William Shakespeare a uma placa com uma famosa citação de Romeu. Além disso, é possível visitar o monastério onde, supostamente, a trágica morte de Romeu e Julieta teria acontecido. O local é o Monastério de San Francisco de Corso, que na época em que se passa a história era o único monastério fora das muralhas e, portanto, o único a que Romeu teria acesso após o exílio. Foi construído em 1230 e possui, entre os túmulos dos monges, um sarcófago vermelho vazio, conhecido como a tumba de Julieta.
Tomba-Giulietta-Gallery
Tumba da Julieta | Fonte: http://www.tourism.verona.it

 

Verona é mais do que Romeu e Julieta

Passamos apenas 2 dias na cidade, e confesso que deu vontade de ficar mais. Não há tanto para conhecer, mas o clima da cidade é muito agradável. Além das visitas aos locais da história de Romeu e Julieta, passeamos pela Via Mazzini, depois fomos ao anfiteatro e voltamos por outras ruazinhas até chegar à Praça Erbe, onde há uma feirinha que é mais para turistas do que qualquer outra coisa. Mas a praça é bem legal. Depois fomos até a Piazza dei Signori, onde há uma catedral linda.

Praça Erbe.jpg
Praça Erbe

Andamos um pouco mais e fomos margeando o rio até chegar no Castelvecchio, que possui uma linda ponte que cruza o rio, chamada Ponte Scaglieri. Sentamos na beira do rio e ficamos apreciando a linda paisagem. Na volta nos perdemos pelas ruzinhas e achamos lindas igrejas, edifícios maravilhosos e ruazinhas super charmosas.

Ponte Scaglieri

No segundo dia passeamos um pouco mais e acabamos parando em frente ao museu arqueológico e teatro romano. O lugar é simplesmente inacreditável! Fica do outro lado do rio, quase na frente da Ponte Pietra (que também é linda). Você entra pelo antigo anfiteatro Romano, com mais de 2 mil anos. No museu há uma maquete do anfiteatro original e ele era imenso! Acima do anfiteatro há uma igreja e um antigo mosteiro, que hoje abriga o museu arqueológico, onde também podemos ver uma infinidade de peças com mais de 2 mil anos de idade – esculturas, partes de estruturas, pinturas, etc. Vale muito a pena a visita!

Verona cidade.jpg

À noite passeamos na Via Mazzini e comemos uma pizza maravilhosa em uma espécie de quiosque na rua. 3 euros cada fatia (a fatia é quadrada e bem grande) e estava muito bom!

Recomendamos também almoçar na Osteria del Duca, pertinho da Casa do Romeo. É um restaurante daqueles de famílias italianas, onde o pai cozinha, a mãe gerencia e os filhos servem. Simples, mas bonitinho e a comida simples, mas uma delícia! Também não é caro. A única coisa que não gostamos foi o vinho da casa, era gasoso e muito doce.
Osteria Verona.jpg
Gostou? Confira também os outros blogs que estão participando desta ação:
Anúncios

12 comentários em “Verona: a cidade de Romeu e Julieta tem muitos encantos e surpresas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s