Copenhagen: o que fazer em dois dias?

No post anterior falei um pouco sobre nosso planejamento para nossos 4 dias na Dinamarca. Fomos de carro a partir de Berlin, percorrendo um total de cerca de 1.500km. Neste post vou falar um pouco dos passeios que fizemos nos primeiros dois dias em Copenhagen.

copenhagen mar.jpg

Dia 1

Ficamos hospedados num apartamento em Frederiksberg, próximo aos 7 lagos. Saímos cedo e fomos caminhando em direção ao Tivoli, nossa primeira parada. No caminho passeamos um pouco pelos 7 lagos, que são bem lindos e valem a pena reservar algumas horas da viagem (não foi nosso caso, mas fica a dica se tiver mais tempo). Lá tem pedalinho pras crianças e muita área verde pra passear.

7 lagos.JPG

O Tivoli é um parque de diversões que existe há mais de 600 anos! Isso mesmo, 600 anos. Em seus jardins exóticos passaram visitantes ilustres como Hans Christian Andersen. Atualmente confesso que não me chamou muito a atenção. Para quem curte parques de diversões deve ser um programa de dia inteiro. Tem montanha russa e todo tipo de brinquedos assustadores digno dos melhores parques de diversão. Mas eu não curto nada disso e Olivia ainda é pequena pra aproveitar. Então acho que foi uma experiência bacana, mas não é imperdível. Os jardins são realmente lindos e há vários shows que devem ser interessantes. Uma coisa que achei bem chata é que além de pagar para entrar (cerca de 12 euros por pessoa) paga-se para qualquer atividade que for fazer. O carrossel era 3 euros, o trenzinho também, e por aí vai. Existe a possibilidade de comprar um passe que vale para qualquer brinquedo e custa cerca de 25 euros (com a entrada inclusa).

tivoli.JPG

Depois do Tivoli, seguimos para a Praça da Prefeitura. O prédio da prefeitura é lindíssimo e a praça é interessante. Ao lado há uma das filiais do restaurante Jensen’s Bofhus, onde almoçamos um delicioso bife com batata. O restaurante é super bom pra ir com crianças. Olivia ganhou um kit de lápis de cor e um livro de colorir e há menu infantil.

restaurante copenhagen.jpg

Dali entramos na Strøget que foi a primeira rua pedestrinizada (é bem turística mas e interessante imaginar que ate os anos 60 era uma rua entulhada de carros). Nesta rua há diversas lojas de design bacanas, a mais legal de todas é a Illums Bolig. Além disso vale muito a pena visitar loja da Lego. Além de mil opções de lego, há uma área bem legal pras crianças brincarem.

lego copenhagen.jpg

No final da Strøget vc chega na Køngens Nytorv (está em obras do metro). Nesta praca há a famosa loja de departamentos Magazin Du Nord, o antigo teatro e mais a frente está o canal de nyhavn, o mais famoso cartão postal da cidade com todas aquelas casinhas coloridas e os barcos na frente. Ao final do canal está a Skuespillethuset, um edifício com uma arquitetura incrível! Vale tomar um cafe ou uma cerveja na beira do porto e com a vista para a Opera House do outro lado do porto.

casa de concerto copenhagen.jpg

Após a Skulespilethuset atravesamos a ponte e visitamos a ilha de holmen onde tem a Opera House. A ilha toda é uma graça (no dia seguinte voltamos de bike). Os antigos armazens são a atual escola de arquitetura e design.

ilha holmen_copenhagen.jpg

Após esta visita pode-se pegar o barco ônibus em frente a casa de opera e fazer um passio pelos canais ao preco de um ticket comum. Da para ir ate Sydhavn (na área dSluseholmen) com o novo bairro com canais. Nós não fizemos este passeio, embora tenha sido indicado por um amigo que morou muitos anos em Copenhagen.

Dia 2

No segundo dia visitamos o Castelo de Rosenborg (apenas nos jardins, pois a fila para entrar estava enorme) e depois seguimos para o Kastelet, a antiga cidadela fortificada em formato de estrela. A região é muito bonita, mas a cidadela por dentro não é muito interessante. Há do lado de fora uma igreja lindíssima e a paisagem com o rio e as áreas verdes é muito linda.

rosenborg castelo.jpg

Almoçamos no Toldbod, um restaurante de frutos do mar muito legal que fica na beira do mar. Comemos Fish and chips de bacalhau, de lula e de lagosta. Uma delícia.

lagosta.jpg

Depois do almoço pegamos uma bicicleta pública e fomos dar uma volta na cidade. O sistema de aluguel é super prático. Você faz um cadastro online (acho que dá pra fazer na hora na máquina da estação das bicicletas, mas não tenho certeza), vai numa estação e coloca seu nome e senha cadastrados na bicicleta que quiser e ela é liberada para você. Na hora do cadastro você coloca seus dados de cartão de crédito e é debitado automaticamente toda vez que você usar. Você pode devolver a bicicleta em qualquer estação da cidade. As bicicletas possuem um tablet com navegador e outras opções e além disso são bikes elétricas. Eu achei um pouco estranho andar de bike elétrica no início, mas logo acostumei.

Ah, uma observação importante: não há cadeirinha de criança nessas bikes de rua. É possível alugar bicicletas com cadeirinha e até com uns carrinhos q vão na frente que carregam inclusive adultos (vimos vários). Mas tem que ser em lojas específicas. Nesse esquema da rua não tem essa opção. Como minha mãe tava junto ela ficou com Olivia enquanto passeávamos de bike. Se quiser alugar bicicletas com esses carrinhos na frente olhe nesse site aqui (foi dica de um amigo que mora lá). Aqui nesse site tem várias opções de aluguel de bicicleta.

passeio de bike_orla copenhagen.jpg

Foi super legal passear pela cidade de bicicleta. Copenhagen além de ser uma cidade plana possui uma estrutura maravilhosa para bicicletas. As ciclovias são super largas e bem sinalizadas e estão presentes em praticamente todas as ruas da cidade. A ponte que cruza para a ilha de Holmen também é muito bacana de se percorrer de bicicleta.

passeio bike_amelienborg.jpg

Nosso percurso foi passar pela pequena Sereia (meio decepcionante tenho que confessar), e seguir pela orla passando pelo Castelo Amalienborg, passando novamente em Nyhavn e passeando mais pela ilha de Holmen. Depois seguimos para o lindíssimo Christiansborg Palace Christiansborg Palace e demos uma volta em Vesterbro e Frederiksberg, onde devolvemos a bicicleta.

kastellet_copenhagen.jpg

No próximo post falarei sobre nosso último dia em Copenhagen e sobre as cidades que passamos no caminho de volta à Berlin.

Anúncios

2 comentários em “Copenhagen: o que fazer em dois dias?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s